WhatsApp (84) 99950-5331 - (61) 982503153

Muitas religiões aderem a prática por energizações, limpezas astrais e descarrego através dos banhos e defumações, que são devidamente realizados com ervas combinadas aos dias da semana e horas específicas, sendo, portanto, determinantes ao bom resultado.

Na Umbanda e Candomblé a prática da chamada “limpeza astral” e “descarrego” é feita através dos banhos e defumações. Um ritual de Umbanda inicia quase sempre com a defumação e, no Candomblé, lavar a cabeça do médium trabalhador (cavalo) é a primeira preparação para assentamento de santo de um filho que será iniciado no culto aos Orixás, ou SIMPLESMENTE, O RITUAL DE LAVAR A CABEÇA PODERÁ SER EMPREGADO EM UM TRATAMENTO ESPIRITUAL PARA A PESSOA QUE ESTÁ NECESSITANDO MELHORAR SEU EQUILIBRIO MENTAL E EMOCIONAL, A LUZ DO EQUILIBRIO CÓSMICO.

Tanto o banho quanto a defumação têm a finalidade de remover cargas astrais de ordem negativa ou sobrenatural. Inveja, olho gordo, quebranto, feitiços, caminhos fechados que abrem, desequilíbrio energético e de chacras, abertura de caminhos para a vida afetiva, são alguns dos casos que podem ser tratados com os referidos banhos e/ou defumações.

Se utilizarmos a combinação banho e defumação, o tratamento energético ganhará mais axé (força) e o resultado poderá ser ainda mais rápido.

Deve-se priorizar fazer o banho ou a defumação? O banho envolve na maioria das vezes ervas frescas, maceradas com o elemento água, que por si só, já é um elemento que purifica e limpa espiritualmente nosso corpo astral. A água é um elemento fluidificado e os trabalhadores espirituais poderão operar com maior facilidade na cura de doenças física ou orgânica. Já a defumação, além de atuar no corpo astral de uma pessoa, ela terá uma maior ação no ambiente onde o indivíduo está inserido. Por exemplo, se uma pessoa está com cargas negativas em seu ambiente de trabalho, ela poderá fazer uma defumação não apenas no seu corpo, mas também naquele ambiente que está carregado. O axé (força) da fumaça canalizada por ervas sagradas, agirá de maneira rápida e eficiente em causas difíceis de baixa energia ou obsessor espiritual. Pode-se defumar também: foto da casa ou local de trabalho, foto de uma pessoa que necessita de defumação, mas que não está presente naquele ritual e assim por diante.

Com as receitas dos banhos, combinando ervas que curam, é possível utilizar o produto energizado em casa, trabalho ou comércio, borrifando os cômodos de cada ambiente.

Já em relação as defumações, destacam-se as defumações de abertura de caminhos realizados de fora para dentro de casa. As defumações de descarrego e limpeza astral de um ambiente, acontecerão com o movimento da pessoa que defuma o espaço de dentro para fora. Defumando desde o lado direito até o lado esquerdo do ambiente.

Recomenda-se não exagerar na quantidade de vezes em que você vai buscar realizar os banhos de limpeza astral e defumações. Tudo deve ser feito de forma bem comedida e com tranquilidade. Dependendo da atividade pessoal e profissional de uma pessoa, banhar o corpo e defumá-lo uma vez por mês, é suficiente. Para terapeutas e pessoas que trabalham com energia, dê preferência a essa ritualística de banho e defumação uma vez por semana, na segunda-feira ou no dia dedicado à sua crença ou santo.

Busque realizar os banhos e as defumações com pensamentos afirmativos e os efeitos mágicos advindo das ervas que curam estarão fluindo energia boa e próspera para sua vida.

José Roberval

Tarólogo-Numerólogo-

Zelador do Oráculo de Ifá

REFERÊNCIAS

MENDONÇA, E. Umbanda – defumações, banhos, rituais, trabalhos e oferendas. São Paulo: Anúbis. 1° Ed., 2010.

PRANDI, R. Encantaria Brasileira. Rio de Janeiro: Pallas. 1° Ed., 2004.

CEPJA/CENTRO PAI JOÃO DE ANGOLA. Defumações. Disponível em: www.centropaijoaodeangola.com.br. Acesso em: 07/04/2016.

RAIZES ESPIRITUAIS. Defumação, incenso, defumadores de tabletes. Disponível em: www.raizesespirituais.com.br. Acesso em 07/04/2016